Jogo – Quem sou eu?

Um quebra-gelo flexível, com um matiz variando conforme nossos objetivos, podendo ser desde versões mais sérias até aquelas muuuuuuito divertidas. Daqueles jogos que podem ser usados para abertura de um evento, mas também para dar uma chacoalhada quando a galera começa a ficar entediada.

Nesta versão o material necessário são aqueles flash cards infantis que de um lado tem uma figura e atrás tem o nome, são cards de animais ou objetos fáceis de comprar em lojas de presentes infantis. Relembrei este jogo com a querida Karen Lopes, ex-colega de analise de sistemas e uma líder nata, hoje PROCERGS.

Flexível a ponto de poder ser algo rápido em que cada um usa o animal ou objeto do card para apresentar-se até a versão em que precisa fazer mímica ou charadas para que os outros descubram o que está no seu card. Importante colocar o card em um envelope ou dentro de uma folha A5 dobrada ao meio para a surpresa.

flash cards bichos e objetos

Passos comuns, independente da versão:

  1. Reúna a galera em um círculo amplo;
  2. Separe só animais ou só objetos em envelopes;
  3. Explique as regras do jogo de forma sucsinta;
  4. Distribua aleatoriamente um envelope para cada;
  5. Seja o primeiro a apresentar-se como exemplo;
  6. <desenvolva a variação do jogo conforme objetivos>
  7. Mantenha um clima descontraído até o fim.

Quebra-gelo mais formal:

  • Cada um apresenta-se após ver o animal ou objeto, tendo que usar algumas características daquele animal ou objeto para descrever-se, iniciando por declarar o que é: “Eu sou Jorge, o XXXXXXXX”.
  • Se for uma galinha, pode dizer que é persistente (cisca) e incansável até atingir seus objetivos (ovo), se for um polvo pode ser que possui sempre uma técnica segura para resolver desafios (tinta) ou que consegue lidar bem com os desafios (múltiplos tentáculos).
  • Se for um livro, que dedica-se a aprender e ensinar, passando conhecimento aos mais novos, se for uma montanha, que é uma pessoal calma e que tenta ver as coisas por um prisma temporal.

Quebra-gelo informal com enigmas:

  • Cada um apresenta-se após ver o animal ou objeto, tendo que usar de enigmas com as características daquele animal ou objeto para que os outros descubram quem você é;
  • Se for uma galinha, sem dizer que é uma galinha, mas pode dizer que é persistente e incansável até atingir seus objetivos, que todos os dias possui uma rotina e a realiza no mesmo espaço;
  • É um jogo rápido, a medida que fala os outros podem tentar acertar, após algumas tentativas, peça mais uma dica, se não rolar (o que é raro), pergunte afinal que animal é ele.

Quebra-gelo informal com mimica:

  • Cada um apresenta-se após ver o animal ou objeto, tendo que usar de mímica, sem emitir nenhum som, imitando ou através de uma alusão ao animal ou objeto;
  • Se for uma galinha, sem dizer que é uma galinha, pode bater asas, ciscar com o “bico” ou com os pés;
  • É um jogo rápido, a medida que representa os outros podem tentar acertar, podendo pedir mais uma dica;
  • Se necessário peça para o vizinho a esquerda, que já se apresentou o ajude para fazerem um “pair”, se não rolar (o que é raro), pergunte afinal que animal é ele.

Princípios: Sempre relembre que trabalho não é para ser sisudo, é sim para ser produtivo, profícuo, objetivo, mas diferentes teorias como a de auto-eficácia, aprendizado experiencial, além de metodologias ágeis e de gamestorming, defendem que ao nos sentirmos mais descontraídos e termos um ambiente mais agradável e divertido, produzimos mais e melhor.

Dica: É um jogo muito rápido, interativo e divertido, mesmo em suas versões mais formaizinhas, mas é importante estar atento caso alguém pegue uma galinha e seja uma pessoa muito encabulada, ajude-a, ofereça um “pair” com alguém mais expansivo. Não queremos mudar as pessoas, mas aproximá-las, integrá-las, …

Em posts futuros vou apresentar outros jogos usando de mímica e charadas, mas esse aqui é um ícone que merece estar no nosso cinto de utilidades.

Onde está o duplo diamante do DT em projetos ágeis

Conhecemos por duplo diamante uma das representações diagramáticas do Design Thinking (DT), proposta visual aparentemente proposta pelo Design Council. Uma proposta que materializa a necessidade de não apenas perguntar e responder, mas ver por todos os ângulos, mesclar diferentes pontos de vistas a cada passo, entender, idear, prototipar, planejar, validar a cada passo, até a conclusão:

design thinking

Metodologias ágeis se utilizam dos mesmos princípios baseados em colaboração, capital intelectual coletivo, senso de pertencimento e ciclos curtos de feedback. Com o tempo, deixei de usar os diagramas clássicos do Scrum, desenvolvendo um diagrama que traduzisse minhas convicções, com pequenos duplos diamantes a cada sprint, contendo o DoR e DoD (Definition Of Ready e Done):

scrum

A esquerda, a fase de pré-game é um grande duplo diamante, usando técnicas diversas para entendimento, observação e seleção de alternativas, prosseguindo com ideação, prototipação, validação e planejamento em iterações, encerrando com um planejamento inicial, MVP, sempre iterativo-incremental-articulado.

Nos ciclos iterativos-incrementais, cada sprint, cada combinação de DoR seguido de DoD é um pequeno duplo diamante, cada ciclo de entendimento, discussão e especificação na parte de cima (discovery), complementado por definir o design, desenvolvimento, testes e homologação na parte de baixo (delivery).

Ciclos concorrentes, onde o discovery/DoR está sempre um passo a frente, pré-requisito do ciclo de delivery/DoD, este quando estiver sendo executado tendo em paralelo inicio e especificação de um novo discovery/DoR, imprescindível para a próxima iteração, o próximo duplo diamantezinho dos nossos sprints.

multiplos diamantes

O desenho acima foi como tudo começou quando tentei diagramar o método SCRUM de uma forma em que o ciclo de DoR de Discovery seja precedente ao ciclo de DoD de Delivery. Desta forma, teremos sempre ciclos concorrentes e subsequentes em pedaços mais relevantes e cronologicamente organizados.

Antes mesmo de compartilhar o diagrama, fui refatorando por achar que estava muito complexo com os diamantezinhos, concluindo que uma simples alusão a eles, usando uma diagramação mais simples seria melhor, chegando ao desenho final que adotei, do qual tenho muito orgulho pela sua objetividade e clareza:

piramide abstração 2 - scrum

O grande James Shore em 2012 apresentou no Agile Brazil seu modelo de fluência, onde é possível perceber a agilidade desde o primeiro passo, assim que uma equipe ou empresa inicia sua caminhada. Quem acha que somente faz Design Thinking quem usa blocos coloridos, sucata, ludificação extrema, desculpa aí, mas não sou de amenizar … é porque não entendeu nada!

NÃO acredito em receitas mágicas, monolíticas, sou defensor da convergência metodológica. Quem não conhece todas as melhores e mais usadas metodologias, frameworks e conceitos do seu tempo, tende a ter uma visão monocromática ou limitada de causas e efeitos, aposta na sorte: As vezes da certo, as vezes não!

Design Thinking é modelo mental complementar e sinérgico aos Scrum, Kanban, Lean Startup, Gamestorming, Lean Office, todos seguem os mesmos princípios e nenhum deles imprescinde dos demais métodos. É um grande risco aplicar qualquer um deles sem analisar complementariedade metodológica, mínimo necessário x desperdícios, valor e foco, negócio, tecnologia, equipe e stakeholders.

Entender e vivenciar ser patrono de uma turma do SENAC

Dez formandos SENAC em uma formatura nota 10, equilibrada, com a dose certa de emoção e razão, discursos inspiradores, deixando os jovens brilharem em uma noite que é sua, uma noite que corôa anos de dedicação, estudos, abnegação.

Todos iniciaram a noite ainda estudantes, mas chegaram ao seu fim com o título de tecnólogos em análise e desenvolvimento de sistemas. O papel de patrono nas formaturas do SENAC possuem o simbolismo e prática de representar a importância do mercado, enquanto o paraninfo representa o mundo acadêmico.

O critério para escolha é por alguém que proporcione a eles, ainda estudantes, exemplos na forma de relacionamento e atuação profissional, quando questionei o motivo, me citaram o blog, livros, palestra ministrada um ano antes lá no SENAC sobre agilidade e carreira, fico lisonjeado com tal citação ou reconhecimento vindo de estudantes, sem palavras para agradecer e ciente da responsabilidade.

13902595_1204067092979572_1276507430436975628_n-II

Dois jovens representaram a turma em um discurso engajado e emocionado, o paraninfo os abraçou e, ciente de que a esta altura tudo já teria sido dito, fiz um discurso bem curtinho e objetivo:

Prezado diretor da Faculdade SENAC PORTO ALEGRE, Elivelto  Nagel da Rosa Finkler. em seu nome saúdo todas as autoridades já mencionadas no protocolo.

Senhoras e senhores, Boa Tarde!

Meus queridos colegas, hoje formandos, vivemos uma era em que a tecnologia nos surpreende a cada dia, envolve e desafia a inovar, melhorar, empreender.

Mas, acima de tudo é preciso entender que tecnologia é apenas o meio, ela deve estar a serviço das pessoas, inspiração para um mundo melhor.

Façam e refaçam planos, perguntem-se sempre se continuam aprendendo, fazendo novos amigos, construindo algo que se orgulhem e se divertindo.

Acima de tudo, vivam intensamente, não só aos finais de semana e nas férias, mas todos os dias, em casa e no trabalho, como profissionais do século XXI.

Continuem sempre aprendendo e compartilhando, tenham seus bruxos e referências, inspirem-se neles, mas lembrem que vocês também são exemplo.

Lembrem sempre deste dia e de seus sonhos, valorizem sua família, amigos, professores e parceiros de viagem, acreditem em si e na felicidade.

Boa sorte, sempre valorizem seu networking, contem comigo!

13962477_10210524736735074_7511191790405519705_n

  • DARLAN MAGNUS EVALDT
  • DOUGLAS LUZ COSTA
  • EDUARDO IVANISKI SANTI
  • FERNANDO DA SILVA
  • GABRIELA DOS SANTOS CORREA
  • GUILHERME QUEIROS SCHARLAU
  • HEZROM SOARES HOLCI
  • LUCAS GUTIER DA ROSA
  • MATHEUS ADEJAIR OLIVEIRA GOMES
  • SAULO SILVEIRA VIEIRA

14067683_1204221549630793_6724499275552760302_n

Só algo assim para fazer tirar o terno e o sobretudo do armário, cheguei a pensar em colocar uma roupa que eu curto, tênis e levar a meia e sapato preto necessário em função da toga, mas em respeito e deferência aos formandos(as) e ao formalismo natural a uma colação de grau … relembrei o que é um traje completo, com gravata e tudo, me sinto quase como um viajate no tempo … rsrsrsrsrsrs

14045939_1204067236312891_2284304946303149968_n-II

Foi um dia incrível, onde de quebra conheci os bastidores do Teatro do Shopping Bourbon, seu labirinto de escadinhas e salinhas, estrutura e equipamentos, muito legal. Uma super-produção, o Teatro estava repleto de familiares e amigos das turmas, pois além da Análise e Desenvolvimento de Sistemas tinha os formandos da Administração de Sistemas do SENAC Porto Alegre.

Boa sorte a todos que concluem etapas e abrem uma nova folha no livro de sua jornada aqui na terra, que inicia com a bagagem de vivências e conhecimentos prévios, que vai nos moldando, mas onde sempre podemos escrever um novo capítulo, com nova narrativo e estilo, como em uma escada, um degrau por vez.

Reflexão sobre o crescimento do Agile no Governo

A cada ano métodos e técnicas vem sendo incorporados à Toolbox dos governos municipais, estaduais e federais. Por exemplo, desde que aportei na DBServer tive a oportunidade de interagir em cursos, projetos e pilotos ágeis no Serpro, Procergs, Defensoria Pública e Procempa.

Estas oportunidades fizeram com que rapidamente e cada vez mais fossem caindo os estereótipos por terra, porque a cada mês conheci uma maioria absoluta de profissionais dedicados, tanto quanto nas privadas, mas com dificuldades muito além do que estava acostumado, restrições e cada mudança de governo.

A maioria deles paga pelas exceções, gostariam e tentam fazer mais, mas garanto que é difícil além da conta. Meu respeito a mais de 90% dessa galera que se vira nos 30 e não deixa a peteca cair … temos muito a agradecer, é todo um Brasil que o brasileiro comum rotula mas não conhece.

Seminário de Governo

As fotos abaixo foram a preparação para facilitação de um seminário de governo para planejamento transversal entre os secretários e suas pastas, um grupo de pessoas dedicadas a encontrar as ações factíveis, considerando as restrições de uma metrópole do tamanho de Porto Alegre … inspirador!

13996294_1203077386411876_595454664079815392_o

14068313_1203077436411871_2920205405998613097_n

No SERPRO tive a oportunidade de interagir com equipes nos estados do RS, SC, SP, RJ, BA, CE, PE, MG, Brasília, foram 5 meses intensos viajando pelo Brasil, apreciando o quanto diferentes culturas regionais geram equipes com diversas características e especializações diferenciadas. Acima de todos, ficou a admiração por um profissional inspirador, então diretor superintendente Gilberto Paganotto.

Na PROCERGS, inaugurada uma sala dedicada a princípios e técnicas de Design Thinking, além de iniciativas permanentes de adoção e rollout, ressignificação do trabalho e novas práticas em Scrum e Kanban. Pessoas fantásticas, como a Fernanda, Helon, James, recentemente a Karen, entre tantos.

Na Defensoria Pública do Estado do RS, um amor indescritível pelo bem que geram, pela busca de soluções e ferramentas que potencializem mais e melhor atendimentos, pessoas queridas e profissionais incríveis, a Dra Larissa, Rivaldo, Mirian, Matheus, Dra Fernanda e muitos outros.

Na PROCEMPA, uma empresa inteira com a missão de adoção de metodologias ágeis, desenvolvimento, operações, compras, planejamento estratégico, NOC, RH, todas as áreas da empresa buscando alternativas, adotando restrospectivas, quadros táticos, enxugamento e otimização de processos e fluxos de trabalho.

Universidades corporativas

Todas elas contendo com o conceito de universidades ou escolas corporativas, contando com programas de gestão do conhecimento, algumas com vários anos de boas práticas, outras com experiência mais recente. Trilhas de cursos, eventos, compartilhamento, comunidades de conhecimento e de práticas.

Um instrumento de alto valor agregado, mas praticamente inexistente na maioria das empresas que possuem porte para tê-las, uma estrutura que usualmente é muito enxuta, composto por algumas pessoas, normalmente relacionadas a área de pessoas (RH), mas que dedica-se a organização, moderação ou mesmo mediação de necessidades, iniciativas, disponibilização e monitoramento de resultados.

Projetos / Scrum

Técnicas de elicitação visual, mapeando com postits nas paredes, usando quadros brancos, gerando listas de endereçamentos e próximos passos, terceiros. Técnicas de abstração como Jornada do Usuário, User Story Mapping, usando diferentes mapas conceituais, também conhecidos como mapas mentais.

Entendimento e prática SCRUM é o mais comum, não a toa a maioria absoluta de praticantes de Agile mundo afora usam este framework. Um método estável, que permite a qualquer empresa uma transição sem rupturas, a qualquer equipe uma prática, experimentação e resultados evolutivos, significativos desde o início.

DevOps e Operações ágeis

Alguns dos cases mais interessantes e interessados no uso de agilidade nas áreas de operações (infraestrutura), são neste órgãos. Não falo de integração contínua, isso já virou imposição para produtividade, virou mínimo, mas falo de gestão visual, ciclos kanban semanais ou quinzenais, com retrospectivas ao final de cada ciclo.

Influência e exemplo

Certa vez perguntei a um diretor o porque da percepção de necessidade e certa urgência na ressignificação de entendimento e uso de metodologias ágeis, ele respondeu que havia dois motivos igualmente sintomáticos e que percebi serem os mesmos em todos que eu passei:

  • O orçamento havia reduzido significativamente, mesmo assim os projetos e soluções urgem, teriam que fazer mais com menos, com menos desperdício, com melhores resultados, mais efetivos;
  • Em todas, recentemente, tiveram entre 100 e várias centenas de concursados chamados, muitos destes profissionais que já praticavam métodos ágeis antes disso e influenciavam esta guinada.

Não que métodos ágeis já não viessem sendo praticados antes de 2014, em todas elas haviam muitas iniciativas e história, com resultados, mesmo assim buscando apoio de profissionais com outras vivências, percepções, experiências.

 

30/08 = BPW + TecnoTalks desafiando todas para um Business Dojo

TecnoTalks, desde Junho de 2012 com média de um evento a cada mês, sempre construtivo e gratuito, no dia 30/08 as 19:00 teremos diferentes profissionais apoiando grupos formados para debater seus negócios.

Uma técnica inspirada em Startup Dojos do TecnoTalks, mas com um escopo mais aberto porque cada negócio a ser debatido está em diferentes momentos e possui necessidades peculiares a seu momento e características próprias.

Traga suas dúvidas, pois o segredo destes eventos é o capital intelectual formado por um mix de profissionais de diferentes formações e expertises, dispostos a colaborar e idear, modelar e planejar junto, porque juntos somos mais.

Na prática, este evento foi um compromisso que assumimos a partir do debate e boas energias formadas no evento BPW que aconteceu mês passado e que tive a oportunidade de parear com a Daniela Ely Palma … faltava uma oficina sobre tudo o que falamos, que agora não vai faltar mais  \o/

Um time de pelo menos oito mentoras(es), composto por profissionais experientes, consultoras, empreendedoras, acostumadas(os) a apoiar técnicas e dinâmicas baseadas em colaboração e empatia, substratos únicos, como o que geraremos no dia 30/08 na sala multiuso Talento Empreendedor do TecnoPUC.

  • Denise Da Silva Dariva é consultora de empresas pela Sinergia Criativa Consultoria Empresarial;
  • Adri Germani é consultora e publicitária pela Cinética Marketing e Comunicação;
  • Daniela Ely Palma, integrante da BPW, inovadora, especialista em marketing e empreendedora na Dany Palma Inc;
  • Marinês Beheregaray Audy, assessora na incubadora RAIAR, designer e arquiteta de formação;
  • Cesar Coutinho, empreendedor, coordenador de GU’s e CoP’s como GUAN e TecnoTalks;
  • Marcela Santos, prof Faculdade SENAC, líder no Grupo de Educadores Google e entusiasta Mov Maker;
  • Leonel Philippi Zilli, Psicólogo formado pela PUC-RS, com certificação em empreendedorismo.

received_10210780760945898

Evento no FaceBook:

https://www.facebook.com/events/1753383141591209/1753431468253043/?notif_t=like&notif_id=1471302754178196

Inscrições no sympla em:

https://www.sympla.com.br/workshop-businness-dojo-como-validar-minha-ideia-sem-desperdicio-de-recursos__83269

GUMA – Workshop sobre facilitação com Mayra da TW

Dia 13/08 foi um dia de Sol intenso e temperatura amena, mesmo assim em torno de 30 pessoas estiveram presentes na sala 204 da sede da Decision/FGV na Rua Praia de Belas aqui em Porto Alegre para participar de um workshop sobre Facilitação ministrado pela Mayra da TW. Meu plano era ficar uma hora e sair para um compromisso pessoal e acabei ficando até as 11:30  :)

Um excelente oficina para Agile Coachs e Scrum Masters, mas também uma oportunidade para integrantes de equipe interessados em auto-organização e práticas ágeis para desenvolvimento de times. Uma manhã foi pouco, inteiramente dedicada a Team Building Games – integração, interação, sinergia e empatia.

13925705_1197948246924790_7650342549224266342_o

A mayra falou sobre os fundamentos do papel de um facilitador, sobre comunicação não-violenta, a curva de Tuckman, sobre construção coletiva desde o estabelecimento de objetivos, colaboração e conclusão, com planos de ação se necessário. Debateu-se sobre comportamentos inadequados e endereçamentos.

20160813_105442

Iniciou com uma técnica de apresentação bem divertida, seguindo com uma outra para quebra-gelo usando desenho e muita interação, gerando aos poucos um card com o desenho colaborativo de cada um e um grande mural com um desenho para cada um dos presentes:

desenho falado

Ela falou um pouco de conceitos tradicionais na PNL (programação neuro-linguística), sobre linguagem não verbal e comportamento disfuncional, passados por cada um de nós em gestos, atitudes, comportamentos. Tratou de pontos de atenção quanto a forma de perguntas, diretas, abertas, reativas, completas, …

painel

Apresentou o conceito de um quadro para parking lot para registro de assuntos não envolvidos nas questões relacionadas ao momento e objetivos, para posterior endereçamento. Não fiquie até o fim por causa de outro compromisso, mas o último jogo quase no fim do workshop foi um sobre frases inadequadas que escutamos e como poderiam ter outra postura, ética, positiva, sem preconceito, não violentas.

É preciso equilibrar nossas participações em eventos, mas pelo menos um a cada mês é um mínimo, pois em cada um deles saímos com caraminholas na cabeça que nos tornam melhores, pelo menos nos fazem pensar …

13686685_1146602372028901_6231234476015629637_n

Indo além do Rio Manpituba

A DBServer já amarrou o seu pingo em um obelisco na Rua Américo Brasiliense em SP a bastante tempo, desde então vem crescendo a atuação de seu escritório, na participação de mercado, apoio a eventos, assim como sempre fez aqui no Sul. Estamos levando a cultura ágil DBServante para bem além do Rio Mampituba.

A cada evento, interação ou contrato, um pouco mais de nossas crenças através de métodos, técnicas e boas práticas em engenharia de software, lembrando que a engenharia de software inicia desde a ideação e modelagem do negócio, também no planejamento, desenvolvimento, validação, entrega e sustentação.

Desde que fui para a DBServer já fui várias vezes para SanPa, mas também Curitiba, Floripa, Rio de Janeiro, Fortaleza, Recife, Salvador, Brasília, tive o privilégio de compartilhar, ensinar e aprender com galeras de diferentes empresas, grandes e médias organizações, sempre interessadas em saber mais sobre Agile.

Dia 16/08 estarei na Rua Américo Brasiliense para mais um bate-papo, o pingo vai ficar amarrado lá fora, porque lá dentro o bicho vai mais uma vez pegar \o/

DBCoffee - p

Desde 2012 venho compartilhando posts, artigos, livros, mini-cursos, palestras, workshops, mais do que poderia e menos do que ainda quereria … é compulsivo, o que aprendo de dia compartilho a noite. Desde 2015 iniciei minha jornada na FACIN da PUCRS e o contato ainda maior com jovens só amplifica a compulsão.

blog e livros

Quem quiser sugerir assuntos, comentar, debater, … estou a disposição para ler, escutar, pode ser pelas redes, por email, aqui no blog, sinal de fumaça, como for …

Duas fotos tiradas durante o evento:

13987545_1259290427438580_6990010769464477505_o

13906773_1259290414105248_8322995210217840172_n