Curriculum Vitae

A partir de quando, de que idade, nossas vivências podem e devem ser refletidas no nosso Curriculum Vitae ??? Será que o CV correto deve mostrar apenas os últimos anos profissionais e discente do candidato ??? E a nossa atuação pessoal, como Hobbies, ONG’s, Voluntariado, esporte, intercâmbios, etc ??? O CV deve refletir apenas o que o entrevistador quer ou refletir quem voce é ???

Novos paradigmas e valores

Desde que me formei, passamos por um longo período de incentivo a redução de custos via terceirização direta, cooperativação, autônomos, prestação de serviços nas mais diferentes e criativas formas, para contornar impostos e isentar-se do vínculo. Um jogo enganoso em que o líquido imediato na mão do profissional aumentava e a empresa ilusoriamente reduzia seus custos.

As empresas treinaram pessoas para o resultado a qualquer custo, com foco em números, com prioridade para o crescimento da receita, se de repente mudamos (o que é bom), temos que ter consciência de que para reverter este modelo mental, todos teremos entender e trabalhar para a mudança.

A alguns anos vemos o mercado valorizando a pessoa, a formação de equipes vencedoras, com mais atitude, menos subserviência , com mais conciência social, comunitária e ecológica, pessoas colaborativas, menos individualistas. Estes pontos tendem a ser o fiel na balança, procura-se pessoas que saibam lidar com pessoas e que tenham perfil técnico e profissional para a função.

Para termos equipes de alta performance, métodos ágeis, management 3.0 e outras correntes, o segredo esta no verdadeiro trabalho em equipe, pessoas diferentes entre sí que sabem compartilhar e convergir, em que o grupo todo cresça, orgulhe-se de si e coopere para melhorar sempre mais.

Recrutamento e seleção

Antes, entrevistas focavam mais na experiência profissional e qualificação, diplomas, certificados e tecnologia nos avalizavam, com o tempo percebeu-se que só o certificado não era garantia e houve uma valorização da prática profissional, projetos, produtos … tudo muito prático.

Agora, queremos muito mais, além de cursos e prática, é importante saber QUEM voce realmente é, seus ideais e valores pessoais, como vê o mundo e como se vê, a sí e aos outros, inseridos dentro dele, além de aspectos cognitivos e comportamentais.

Aprender fazendo (a coisa certa)

Neste quadro, vejo como bom sinal a participação em entidades comunitárias, coletivas, aprendizado para a vida como o Escotismo, intercâmbios, jovens líderes, DeMolays, Leos Clubes, Júnior Achievement, concursos literários e artisticos, experiências de trabalho e colaboração, real e virtual (web).

Nos dias de hoje, não é uma garantia, mas uma ciança ou jovem que dedica suas tardes de Sábados a aprender a trabalhar em equipe, com responsabilidades e atribuições específicas, jogos de negociação e liderança, encerrando com projetos comunitários e colaborativos sob sua alçada e gestão, é um treino real para a vida inteira, que será melhor aproveitado por uns ou outros, mas deixará sempre marcas com certeza.

Ninguém é perfeito, não esperamos que todos sejam colaborativos, amigos, pacientes, inteligentes, pró-ativos, responsáveis, com personalidade e atitude … não dá, né !!! Cada um de nós possui pontos fortes e fracos, se todos temos potencial para aquilo que fomos contratados, precisamos trabalhar em time com foco em melhoria continua e excelência … Só isso!  🙂

Um comentário sobre “Curriculum Vitae

  1. Pingback: Um ano e meio de blog – Obrigado galera! | Jorge Horácio "Kotick" Audy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s