O preço da retórica pós-industrial

Todos concordamos que estamos migrando da sociedade industrial para a sociedade do conhecimento, com as principais “escolas” apontando para a necessidade de priorizar a pessoa, a sustentabilidade, o ecossistema, enfim, deixar de priorizar o resultado a qualquer custo, certos de que sempre vai haver mais clientes, fornecedores e principalmente colaboradores dispostos a pagar a conta … afinal, até a velhinha de Taubaté começa a duvidar disto.

Hoje, no Brasil, algumas poucas empresas acreditam e praticam, muitas querem acreditar mas tem que pagar suas contas e não sabem o que fazer com número enorme de veteranos que tem em casa e não tem a menor idéia do que estamos falando, enquanto a maioria da empresas acha que o mundo não vai acabar na sua gestão e por isto, podem continuar usando estratégias camikazes de gestão, vendas, compras, etc.

Muitas empresas investem dinheiro em cursos de métodos ágeis, management 3.0, trabalho 2.0, equipes de alto desempenho, mas treinar a equipe não é varinha de condão, a décadas temos trocado de processo, métodos, técnicas e discurso … mas, o passo mais difícil é convencer centenas ou milhares de gestores a acreditarem que um hipotético ecossistema mais saudável não atrapalhará sua ascenção hierarquica, suas pretenções e aspirações.

Fato – Ser ou ter workaholics trabalhando consigo é um privilégio desde os primórdios da revolução industrial, trabalhar de 10 a 15 horas por dia, virar  noites acordado, passar um final de semana, ter orgulho disso e ainda discutir com os colegas que não fazem isto, pois são os culpados por tudo … Afinal, assim como Dori, muitos temos “perda de memória recente”, por isto, obrigados a provar dedicação, visão e superação a cada dia … e ainda achar que esta ajudando !

Para quem acha que este assunto é novo, tenho que relembrar o mestre:

Organizações diversas

Não é má-fé, é um traço humano, vejo isso também em outras organizações coletivas, participo de várias, é comum os “líderes” cobrarem dos demais o xiitismo, a presença constante, a prioridade em detrimento a tudo o mais, não importa se voce já provou isto N vezes, tem que ser um Leão a cada dia!

Tentarão deixá-lo sempre inseguro, questionarão sua determinação, qualidade, produtividade, ética, responsabilidade, para que sempre demonstre mais e mais, a cada oportunidade … A duas décadas atras tinha líder que falava “te liga, pois esta cheio de gente no mercado querendo seu lugar”.

Se voce conhece “líderes” que acham que podem usar palavras de baixo calão, xingar, assediar, gerar o conflito entre “subalternos”, tomar para sí o mérito da equipe, procurar e incentivar a busca de culpados (que nunca é ele), … sinto muito, sugiro então procurar um bom psico-terapeuta, porque lidar com eles não é fácil não, se voce não tem saída, vais precisar de ajuda …  😦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s