Titulação? Ter ou não ter, eis a questão!

Caiu a ficha, após 30 anos de mercado com ideais ingênuos sobre titulação, acreditando que o mais importante é a experiência prática, escoteiramente achando que vale o “aprender fazendo”, … Não é bem assim ! Se alguém vai te avaliar e não te conhece, buscará no CV e na entrevista, indícios claros de que voce tem foco no seu crescimento, na sua carreira.

Na hora do vamos ver, o que o mercado mede, ao avaliar, é a titulação … A visão romântica de que o conhecimento e a prática é o mais importante, vale na entrevista, mas voce tem que chegar na entrevista … até chegar lá, títulos e certificações pesam bastante no curriculo … demonstram explicitamente o interesse em aprender e uma “provável” capacidade cognitiva e prática.

Todas elas (titulações), quer seja em lato sensu ou stricto sensu, alguns exigindo menos de uma semana, outras até três anos de dedicação exclusiva, como uma PSM, OCJP, PMP, MCP, MBA, EDP, mestrado, doutorado, PHD, … todas elas com certeza serão muito relevantes em seu curriculo.

E não adianta ficar reclamando que certificações não passam de um negócio, pois, se por um lado é verdade e rendem milhões de dólares, além de muita fofoca, cisões e disputas entre as certificadoras, por outro, oferecem um aval confiável ao seu esforço e dedicação em busca de novas capacitações.

Uma vez colocado, a experiência prática fará a diferença, o aprendizado daquilo que a teoria e os livros não lhe dão, a experiência, o exercicio, passar por situações que não estão escritas, a oportunidade de validar se o que está escrito, de fato vale para sua organização ou deve ser revisto e adaptado.

No frigir dos ovos, não podemos descuidar de nenhum dos dois – Empenhar-se em ter a prática e experiência, mas incluir no CV uma titulação a cada tanto!

PUCRS

Entre Colégio Rosário e faculdade, tenho orgulho de ter completado 16 anos de formação Marista. Na PUCRS, no ano de 1987, me graduei em Administração de Empresas com ênfase em Análise de Sistemas

Esta na hora de voltar, fiz o teste de proeficiência da ANPAD em Setembro último (Nota=9,36) e estou empenhado em fazer por merecer uma bolsa de mestrado na FACE – Fac. de Administração, Contabilidade e Economia da Pontifícia Universidade Católica do RS.

O Teste ANPAD, criado em 1987 pela Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, é um exame nacional que avalia conhecimentos em língua portuguesa, língua inglesa, raciocínios lógico, quantitativo e analítico.

Se quiser fazer um mestrado na área de tecnologia, de TI, tem o Pós-Comp:

POSCOMP é um exame organizado desde 2000 pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC) com o objetivo de testar os conhecimentos em computação dos candidatos a vagas em programas de pós-graduação na área.

Anúncios

2 Respostas para “Titulação? Ter ou não ter, eis a questão!

  1. Jorge! Parabéns!

    Se tu entrar mesmo no mestrado eu vou ficar curioso para ver o “estrago” que tu vai fazer por lá! 🙂 A academia, na minha opinião, precisa de pessoas como tu que realmente colocam a mão na massa! Eu achei uma experiência fantástica!

  2. Oi Rafa, valeu, eu comecei pensando em FACIN, mas meu perfil é mais para gestão de pessoas e cultura organizacional … é por ai que eu sou mais feliz ! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s