Tres cases de Agilidade fora da TI

Agilidade é para todos, não só para desenvolvimento de software, resguardando necessária repertorização, ao apresentar agilidade para pessoas de fora da TI, de áreas corporativas e negócios, algumas me surpreendem, se atiram de cabeça, se motivam a buscar novas formas de trabalhar e serem felizes, gerando uma onda de frescor, contaminando a maioria a seu redor.

Estas oportunidades e pessoas vem me instigando e motivando a reformular meus workshops, posto que o Manifesto Ágil é para TI, áreas operacionais quase não tem projetos, a maioria das tarefas são repetitivas, as vezes é difícil uma aproximação com o cliente, há restrições a multi-disciplinaridade, há um justo questionamento quanto as daily meetings, cada técnica é posta em cheque!

Neste contexto, alguns colegas tem minha especial admiração, se permitiram sonhar, fazer diferente, mesmo não havendo livros e receitas de bolo para suas áreas, eles buscam conhecimento, inspiração, participam de eventos do GUMA, GUAN, GUGC, TecnoTalks. Admiração que me faz citar Albert Einstein:

pessoas

Daniela Palma – Uma colega da área de DataBase Marketing dos jornais vem motivando-se e motivando equipes a experimentarem diferentes técnicas ágeis, ciclo PDCL’s, com planejamento, checkings e retrospectivas. Na valorização do ser humano, de suas interações, foco em valor, redução de desperdício, etc, a galera do DBM vem experimentando metodizar seu planejamento, quadro de tarefas, reuniões periódicas, retrospectivas, instituindo mais transparência em seu ambiente, focando em torná-lo melhor para todos e mais produtivo.
dbm

Fernando Cunha – Um colega da Tesouraria super motivado a fazer diferente, que mergulhou fundo, estudou livros, esteve conosco algumas vezes, aberto a inovação e desafios, aceitou tentar um quadro de tarefas bem sofisticado, com áreas de planejamento semanal, quadro corrente e semanal concluído. Depois disso, experimentação é pura agilidade, exige muito auto-conhecimento e dedicação para entendimento, validação e melhorias até atender a necessidade … é um case para o mercado, pdcl para uma tesouraria ágil (leia mais no post quando da reunião em que propus o modelo de quadro).
tesouraria

Emerson Freitas – Um colega da área de crédito e cobrança, idealizador de um programa chamado “Mundo em Transformação”, que pretende trazer pessoas com distintas expertises para bater-papo com o pessoal, ampliando horizontes e semeando um pouco de revolução e inovação … A propósito, dois dos cases aqui citados são da área financeira, da diretora Mariana Silveira, indício de liderança ágil (coach), pois sabendo-se o rumo é mais fácil voar.
crédito-cobrança

Para iniciar a mudança é imprescindível que alguém inspire, motive, incentive, gere a primeira onda, dai em diante é trabalho em equipe, pois agilidade só existe quando todos trabalham juntos para experimentar e melhorar a cada iteração, usa-se mais a 1ª pessoa do plural (nós) que a do singular (eu).

Em um workshop de Novembro, a estratégia era introduzir o assunto para 15 pessoas, que se auto-organizariam para replicar o conhecimento aos demais colegas, divididos em outras 3 turmas. Uma semana antes conversei com o gestor sobre os critérios, pois ao contrário do que lhe parecia, o mais importante não era saber tudo do negócio, mas chamar aqueles com livre trânsito, com habilidades inter-pessoais, liderança nata, os que gerariam a primeira onda.

pdclagilPost Relacionado – https://jorgekotickaudy.wordpress.com/be-a-ba-pdcl-agil/

Anúncios

2 Respostas para “Tres cases de Agilidade fora da TI

  1. Está sendo uma experiência incrível, a cada dia que passa, a cada daily, reuniões de planejamento e retrospectivas estamos aprendendo e muito.

    Hoje analisamos nossos processos de forma mais crítica, com as técnicas ágeis, que estamos aprimorando a cada dia, é bem verdade que estamos engatinhando, tem uma frase que o Marco Migliavacca fala que acho sensacional: “Que hoje seja melhor que ontem e pior que amanhã” e é exatamente assim que está sendo os nossos dias……

    A metodologia nos oferece aprendizado continuo, aprendemos uns com os outros, não temo certo nem errado, ninguém sabe mais e nem menos, a cada dia que passar estamos ganhando mais forma de time, juntos estamos achando soluções e propondo melhorias. Começamos colando as tarefas na parede, como quem não quer nada se passou 40 dias, realizamos nossa 1º retrospectiva e hoje estamos conseguindo identificar nossas tarefas extras, o que estamos fazendo fora do prazo estimado em nossa reunião de planejamento, como já disse um aprendizado a cada dia.

    Somos muito gratos pela ajuda do Marco e do Jorge, que nos ajudaram muito, e que sempre vamos trocar muitas experiências.

    Aliás aproveito para colocar o link abaixo, , que acho muito bom para quem está querendo iniciar com a metodologia na área de negócios.

    https://jorgekotickaudy.wordpress.com/2012/07/26/pdcl-agil-esqueca-todos-os-rotulos/

    E assim continuamos a cada dia um aprendizado novo……

    Fernando

  2. Pingback: Um ano e meio de blog – Obrigado galera! | Jorge Horácio "Kotick" Audy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s