Empreendedores e criativos, se liguem na Internet das coisas

Há dois anos atrás eu assisti a apresentação de uma pesquisa acadêmica sobre o conceito de “Internet of things” ou “Internet das coisas”, mas a cada dia este conceito se precipita e a tendência é vermos cada vez mais o acrônimo IoT no nosso dia-a-dia. Não é um conceito novo, mas está chegando a hora!

Eventos, empresas, estado e academia cada vez mais se debruçam sobre projeções para os próximos anos e o quanto uma infinidade de dispositivos estarão conectados eletronicamente à IoT a nível global em um conceito de conexão que vai além de dispositivos, mas em seres conectados.

O cerne da IoT não é apenas dispositivos interligados entre si, mas as pessoas conectadas ao mundo que os cerca, pois o valor é o ser humano fazendo uso de aplicações e serviços habilitados pelas “coisas” (dispositivos) e sua integração sem precedentes materializadas cada vez mais a partir do conceito de IoT. 

things

Se você é empreendedor, fique ligado para este Tsunami que irá varrer mercados e conquistar as pessoas, o conceito não é novo, mas a cada ano que passa ele se torna mais viável, não é uma promessa ou visão, já é uma realidade aguardando apenas economia de escala para conquistar o mundo.

Durante séculos as necessidades das pessoas evoluíram cadenciadamente, mas o que acontecerá quando todas as coisas em nossas casas e as cidades se tornarem inteligentes? Os primeiros passos vem sendo testados pelas organizações e cidades, mas deve chegar a todas as coisas do nosso cotidiano muito em breve.

Mas cuidado, cada um de nós que conseguirmos pensar e ir além das futilidades e oportunismos em gerar mais e mais bugigangas sem utilidade, além de serem legalzisses acessíveis apenas a quem mais pode pagar, somos quem fará a diferença em um mundo que pode usar a tecnologia por um mundo melhor.

Espero que a inovação e empreendedorismo da IoT seja ligado a economia de energia, água, redução de consumo, sustentabilidade, porque se isso não acontecer por bem, irá acontecer por uma questão de sobrevivência. Nada melhor que um vídeo didático, são apenas 7 minutos que explicam o histórico, potencial, restrições, oportunidades e riscos:

A Internet das coisas desenha um futuro em que objetos, animais e pessoas terão identificadores únicos e capacidade de conexão e transferência de dados dinamicamente com a rede. A IoT exige convergência de tecnologias wireless, sistemas micro-eletromecânicos ( MEMS ) e maior banda de Internet.

Quem está ligado no planeta terra e curte inovação e empreendedorismo sabe que há um arsenal de ideias e oportunidades, por isso fizemos o TecnoTalks sobre Arduíno em Setembro deste ano, um sucesso com a 204 lotada com o pessoal do IFRS e o Prof Roben Lunardi com seus alunos, acho que precisamos uma edição manipulando RFId com Arduíno para abrir ainda mais horizontes.

20140927_141722_resized

Arduíno é uma placa controladora que permite rápida e fácil prototipação de hardware e usando software para gerar interface com sensores, motores, leds. A identificação por rádio frequência (RFId) se utiliza de ondas eletromagnéticas para identificar, ler e gravar informações de forma a automatizar processos.

Os transceptores ou leitores RFID transmitem uma requisição para tags dentro da frequência e ao alcance, que respondem com um código de identificação. As tags podem ser ativas com bateria própria, passivas alimentadas pelo leitor ou semi-passivas, uma mescla dos anteriores.

Há sensores a muito já utilizados na rastreabilidade bovina, transporte de equipamentos em indústrias ou hospitais, em lojas mais ou menos inteligentes, fluxo de pessoas ou estoque, aeroportos e alguns tipos de bilhetes de ônibus. Entre tantos vídeos no Youtube, achei um exemplo prático da IoT:

O exemplo mais intenso será na tecnologia Wearable , roupas e acessórios com micro-tecnologia embarcada, úteis ao cotidiano, inclusão, segurança, eventualmente apenas estética, mas inevitavelmente ainda arautos de uma revolução que se aproxima cada vez mais das pessoas comuns.

Óculos como o Google Glass, relógios como o iWatch da Apple, sensores vestíveis para o treinamento de atletas de alto desempenho, tênis, super-soldados com equipamentos inteligentes, nano-tecnologia na medicina, tem gente ainda se surpreendendo com Tablets e smartphones enquanto o mundo ao seu redor muda e se miniaturiza em uma velocidade nunca antes vista.

O nome disso tudo é OPORTUNIDADE e tem espaço para todo mundo!

Anúncios

3 Respostas para “Empreendedores e criativos, se liguem na Internet das coisas

  1. Tudo bem, até agora eu estava meio que desprezando essa onda, mas o vídeo… – OMxG! Não tem como levar a IoT a sério em um país que já já não vai ter nem água, nem energia disponível – vamos involuir algumas décadas em alguns anos. Mas o mundo é um lugar vasto, e o Brazil é só um pais de perifiria. Com certeza a IoT vai transformar o mundo em algo parecido com um filme de SciFi, tanto quanto a Internet fez isso!!! Uau…

    • Ok, mas uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa, ao mesmo tempo que vivemos em um país rico em contrastes abissais, tem muita gente criativa e capaz de fazer parte e fazer a diferença, em inovar e empreender. A internet, o acesso a informação não resolve desigualdades, mas se bem utilizada pode gerar oportunidades para quem não teria sem ela.
      Sou escoteiro de coração, tento fazer a minha parte no escotismo e ONG’s, mas também sou realista, não podemos jogar a toalha, temos que usar o sistema a favor do todo da forma que pudermos. Vamos incentivar essa gurizada a empreender e se incluir por méritos próprios. Vamos a luta Fábio! o/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s