Multi-convergência metodológica é o melhor caminho

Me pergunto com frequência o quanto o business que gira em torno de cada sigla e certificação impede que seus gurus sentem em uma mesa com os outros gurus e liguem os pontos, complementem-se e gerem sinergia, novas oportunidades e mitiguem riscos pela convergência.

Feche os olhos e imagine: E se montássemos um mapa com todas as técnicas que aplicamos, não precisa ser definitivo, mas evolutivo, inicialmente pode ter o que já usamos. Depois, imagino onde chegaríamos se a galera fosse contribuindo com novas técnicas, que ainda não estão lá, pois ninguém sabe tudo.

Eu curto demais Scrum, Kanban, Lean Startup, os vários canvas do Business Model Generation, o universo da Gestão do Conhecimento, Design Thinking, os conceitos da Gamestorming, as várias técnicas e mindset da TW, entre outras.

multi-convergência

E se a gente colocasse tudo isso em um um único Subway Map? É como chegar a Paris e pegar um mapa do metrô, você pode até não ter tempo para tudo, mas estará na palma da sua mão todos os caminhos. Mesmo para um turista de primeira viagem o mapa do metrô ajuda a se achar e se organizar para conhecer o Louvre, Eiffel, Arco do Triunfo, La Défense, …

No meu entendimento, é preciso que optemos por um framework para nosso processo, escolhendo SCRUM ou KANBAN por exemplo, para então agregar técnicas e boas práticas que nosso método não endereça e que podem agregar valor ao nosso processo. A seguir vou listar alguns exemplos, alguns são coringas e é possível usar em diferentes momentos, outros são bem específicos, tem muito mais, mas aqui o objetivo é provocar a reflexão sobre o tema deste post:

Metodologias, frameworks e conceitos:
Scrum – gerenciamento ágil de projetos
Kanban – gestão visual do fluxo de trabalho
Lean StartUp – desenvolvimento de produtos e mercados
Design Thinking – framework de ideação e inovação
Gamestorming – Um guia para colaboração e co-criação …

Visão, estratégia, negócio:
Business Model Canvas (Alexander Osterwalder)
Project Model Canvas (Prof José Finocchio)
Mapa de Stakeholders
Matriz CSD – Certezas, Suposições e Dúvidas (sabe, não sabe, quer saber)
Elevator Statement
Lean Canvas (Ash Maurya)
Mapa SWOT (FOFA em português)
Value Proposition Canvas (Alexander Osterwalder)
Mapas Conceituais …

Pessoas, usuários, clientes, carreira:
Empathy Canvas
Personas
CHA x 5
Business Model You (Alexander Osterwalder)
Gestão do Conhecimento (GU, CoP, etc) …
Obs1: Auto-conhecimento é essencial, gestão do tempo também, SWOT  e Mapas Conceituais também são usados para entender pessoas, mapear AS IS e TO BE.

Você quer mapear um produto ou serviço?
Inception
 (Paulo Caroli)
Direto ao Ponto (Paulo Caroli)
User Stories
User Story Mapping
Value Stream Mapping
Customer Journey Map …
Obs: Mapas Conceituais também são usados para entender pessoas

Validação e acompanhamento?
Validation Canvas
Daily standup meeting
Focus Group
Métricas (Paulo Caroli) …
Obs: O quadro Kanban agrega muito valor em gestão visual de trabalho.

Técnicas para elicitação, discussão, ideação e equalização?
Entrevistas (normais e extremos)
Managing Dojo (Manoel Pimentel)
Learning 3.0 (Alexandre Magno)
Café Kaizen (análise causal)
World Coffee
Open Space
Ishikawa
UX Dojo …

Agile Games para fixação de conceitos ágeis?
SCRUMIA – um jogo educativo para ensino de SCRUM

Kanban and Deyond (Caroli e Motta)
Construindo cidades (Alejandra Alfonso)
Mashmellow Challenge adaptado para SCRUM
Extreme Hour (Daniel Wildt) …

Aquecimento, quebra-gelos, formação de times:
Há dezenas e dezenas de bons jogos colaborativos e quebra-gelos com foco em formação de senso de equipe, muito úteis para aceleração de sinapses e provocação antes de iniciar uma reunião ou atividade de trabalho, especialmente aquelas que envolvem desafios de ideação, melhorias, solução, planejamento, …

A seguir um exemplo usando um diagrama de Agile SubWay Map baixado de um post na Agile Alliance. Inclui no topo a obrigatoriedade pela opção metodológica entre SCRUM (projeto) e KANBAN (manutenção), contando a seguir com um mix de técnicas em diferentes suites. O papo é por aí, precisa ter um framework-base, mas ele sozinho não preenche todas as lacunas, é preciso ir atrás de técnicas adicionais:
agile-tribes-subway-map

Você já tem tudo o que precisa, agora é arregaçar as mangas e experimentar, escolher o framework-base que melhor lhe atende, que será a espinha dorsal de seus processos. Lembrando que em desenvolvimento de software SCRUM e KANBAN são frameworks eficazes em projetos ou manutenção e provavelmente haverá equipes que seguirão um ou outro.

O resto é tentativa e erro, melhoria contínua e troca de experiências. Boa sorte!

Anúncios

2 Respostas para “Multi-convergência metodológica é o melhor caminho

  1. Estou começando a ver um padrão. Você sabe tanto, e já fez tanto, que você pode ver a matriz – como o Neo. Eu sinto isso com relação à BI. Onde tantos parecem só ter dúvidas, eu enxergo um caminho óbvio. Agora, como transmitir isso?

    • Na verdade, acho que não é algo extrínseco, mas intrínseco, acho que o caminho não é transmitir, mas ajudar cada equipe que encontre sua trajetória. Mais ou menos isso! :o)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s