A síndrome do herói e a Liga da Justiça

Além da síndrome do super-herói, tem a síndrome da Liga da Justiça. Se um herói já justifica a preocupação, imagina uma empresa que investe e desenvolve a Liga da Justiça. É a hypervalorização do individualismo frente ao coletivo, gestores e profissionais com carta branca, pois interferem, tomam decisões a revelia dos outros, com poderes para exigir, culpar e transferir.

A síndrome do super-herói é conhecida, são aqueles profissionais que destacam-se pela sua capacidade individual de resolver, mas tem que ser sozinho, porque os outros atrapalham.

A síndrome da Liga da Justiça vai além, um nível hierárquico acima, são os gerentes super-heróis, mandando e desmandando aleatoriamente, acima de tudo, desmotivando.

20301326

O alto nível de exigência individual acaba tornando-os peritos em apontar erros e defeitos … nos outros! Esse cenário, tão comum em uma TI tradicional, é a antítese da agilidade. Profissional de valor é o que se antecipa, compartilha, esforça-se em planejar, coopera, gerando uma espiral de crescimento a partir das habilidades do time … que acertam ou erram juntos!

É o que eu espero de um profissional, ajudar e dar o exemplo em atitude, planejamento colaborativo, incentivando, engajando, fortalecendo o senso de time, apoiando cada projeto em vários pilares, não só em si, uma estratégia que instancia diferentes princípios e boas práticas ágeis.

Síndrome do super-herói

Uma noção desmedida de auto-preservação individual faz com que o medo de fracassar pelo erro dos outros impeça que algumas pessoas consigam interagir cooperativamente. Abandonam os princípios ágeis em prol da pseudo sensação de controle, garantindo caso dê errado que outra pessoa será a culpada, pois ele abriu mão de tudo e sofreu para fazer dar certo.

Se você tem uma satisfação doentia em saber que os outros sabem que você é o único que pode resolver os problemas, cuidado! Não é por maldade que pessoas assumem serem heróis. Fomos treinados para isso, fazer o melhor ou fazer de conta que estamos fazendo é antes de mais nada uma defesa, uma zona de conforto, é pensar sozinho o que deveria estar sendo pensado em grupo.

batman-dark-knight

Os princípios ágeis pressupõem essencialmente o trabalho e senso de time, somente assim o resultado e aprendizados são realmente capitalizados para um modelo mental de melhoria contínua. É preciso maturidade e crença para realmente trabalhar em equipe em prol do melhor resultado em conjunto.

Sei que para alguns é difícil não ser visto como o cavaleiro solitário, salvador do projeto, ser aquele que não pode tirar férias, isso contrasta com senso de time e cooperação. O medo de não ser reconhecido ao trabalhar coletivamente é uma das barreiras, mas é impossível não perceber o impacto de um profissional que sabe trabalhar em time, mesmo contra um mindset onde ser herói é valorizado.

Síndrome da Liga da Justiça

Pior que a síndrome do super-herói é a insistência de empresas em persistir na síndrome da Liga da Justiça. Ao invés de valorizar quem faz, de ampliar a alçada de seus times e incentivá-los, fazem questão de diminuí-los em prol de gerentes heróis, mesmo afundando preferem continuar apostando em alguns heróis que mandam fazer em detrimento a dezenas que fazem acontecer.

Um círculo vicioso desde que o mundo é mundo, o oposto irracional da holocracia, manda quem é pago para isso e obedece quem tem juízo, mas obedecem por algum tempo, aguardando a oportunidade de seguir adiante e procurar um lugar onde sejam mais felizes.

O mundo da inovação, tecnologia e empreendedorismo desenvolve ideias de equidade, participação e resultados construídos por equipes multi-disciplinares, base e esteio dos métodos ágeis. Todos curtem isso, mas algumas empresas ao adotar Agile, mantém as ligas e os heróis, acreditando que o capital intelectual do conjunto é um risco … nada desmotiva jovens talentos mais que isso.

A área de TI lida com profissionais do conhecimento, as Síndromes do Herói e da Liga da Justiça são afeitos mais a operários da revolução industrial, eis algo para refletir e deixar para trás!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s