Dragon Dreaming (John Croft)

A primeira vez que li sobre a metodologia Dragon Dreaming eu achei que era uma viagem, alguns anos depois continuo achando uma viagem, pois apesar de curtir ambientação e rituais de raiz, tribais, sei bem a resistência de profissionais em relação ao treinamento e adoção de conceitos e técnicas de metodologias que propõem uma mudança muito mais sinuosa e fluidas.

Uma abordagem aderente ao escotismo e permacultura, mas um desafio de  introdução em médias e grandes empresas. Metodologias ágeis e congêneres propõem uma intensa quebra de paradigma, humana e cooperativa, mas mesmo assim mantem uma abordagem “urbana”, com certa parcimônia nas mudanças, sem rupturas. O Dragon Dreaming propõe algo mais transcendental, mais “root”, orgânico, uma frequência de energia que possuímos mas bloqueamos.

Uma metodologia inspirada na transcendentalidade de povos aborígenes da Austrália Ocidental, uma abordagem muito desafiadora para uma convivência urbana habitual que guarda distância protocolar entre colegas de trabalho, parceiros, clientes e fornecedores. O uso de inspirações e técnicas recheadas de simbolismos e princípios ritualísticos é um grande desafio à empresas e pessoas.

fotos-DD

Buscar conceitos seculares, tribais e aborígenes, exige um estado de espírito mais aberto, aceitando a criação de uma atmosfera mais franca, levando em consideração aspectos psicológicos relacionados a construção de grupos mais próximos e integrados de fato, ainda mais humanos, mas para isso exigindo baixar máscaras sociais que ainda são caras a maioria das pessoas.

Igual às metodologias ágeis, equipes e projetos são mais que tarefas e metas, são pessoas que precisam aprender a se reconhecer em seus pontos fortes e a desenvolver, é pensar em crescimento coletivo que vai muito além da simples soma dos seus indivíduos. A verdade é que a metodologia Dragon Dreaming é mais afeita a pessoas dispostas ao bem comum, por um mundo melhor e mais humano.

“Abordagem de sistemas vivos, baseando-se em idéias e inspirações da história, ciências, todas as culturas e tradições espirituais, para a criação de organizações e projetos extraordinariamente bem sucedidos para a Grande Virada do mundo, saindo de uma cultura doente e sem limites de crescimento para uma cultura que sustente o desenvolvimento da vida na Terra.”

slide_10

“O Dragon Dreaming é um método que  libera a sabedoria coletiva  e promove a capacidade de adaptação permitindo que indivíduos, grupos, empresas, comunidades, ONGs e órgãos do governo se ajustem de forma criativa e positiva a situações de mudanças rápidas e potencialmente caóticas. Aplicado há mais de 20 anos em projetos sociais, ambientais, institucionais e no planejamento estratégico participativo para projetos de desenvolvimento comunitário sustentável na Austrália, África, Papua Nova Guiné, Europa e agora no Brasil.”

O Karabirrdt

A ferramenta mais importante é o quadro chamado de Karabirrdt (do aborígene ‘Kara’ aranha, ‘birrdt’ teia), que gera um planejamento lúdico, como jogos de tabuleiro, com oportunidades e obstáculos à entender e resolver a cada passo. A principal ênfase está nos pontos de encontro das linhas da teia, chamados de Karlupgur, por onde fluem informações e recursos.

No site oficial brasileiro tem muita informação, com certeza pode ser uma grande fonte de inspiração. De fato, é fácil ver escoteiros e ONG’s usando esta proposta, pelos mesmos motivos que a origem e maior afeição diz respeito a projetos sociais, comunitário, pró-ecológicos, contextos que buscam a aproximação, a quebra das máscaras, conectar o eu interior – http://www.dragondreamingbr.org/

Dragon Dreaming Process

Encontrei este material muito legal, um guia prático para quem quer ir além – http://www.esaf.fazenda.gov.br/acesso-a-informacao/centros-regionais/minas-gerais/guia-pratico-dragon-dreaming-v02.pdf

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s