Agile Game – Construindo Cidades

Construindo cidades é um jogo incrível, com versões usando papel colorido, sucata, lego-lego e outros materiais. Na opção mais simples, um jogo que pode ser conduzido de forma a que cada equipe receba de material uma folha de flipchart para montar sua cidade, 2D ou 3D, apenas com uma régua, duas tesouras, fita adesiva, além de canetinhas coloridas.

Aqui no Tecnotalks tivemos um evento em 26/02/15 que contou com a Georgina Reategui da ADP Labs que aplicou a versão 3D. Há uma opção bem mais sofisticada, queconheci quando participei do Ágiles Latino Americano 2011 em Buenos Aires com a Agile Coach Alejandra Alonso, mas farei um post específico sobre ele. É bem mais complexo, com user stories em cartões com critérios de aceitação, valor em pontos, com requisitos que exigem tesoura, papel colorido e cola, impondo mudanças, treinando sistemas puxados em ciclos porretas iterativo-incrementais-articulados.

Nesta modalidade que primeiro compartilho, o facilitador divide o grupo em equipes com cinco pessoas em cada, equipes que devem se organizar, definir papéis, acima de tudo, deverão trabalhar dentro dos preceitos do método SCRUM. Um deles será o product owner (representante do cliente), um será o scrum master (facilitador) e os demais devem decidir quem será engenheiro, executor e controle de qualidade.

A própria equipe pode decidirá o release plan de sua cidade, escolhendo o que precisa colocar nela e a prioridade, havendo alguns ítens obrigatórios, mas o time podendo sugerir novos. Coisas pequenas como pessoas, árvores, carros e casas devem ser feitas aos pares, grandes como prédios, fábricas, aeroporto, avião, podem ser feitas apenas uma. O facilitador media.

construindo cidades

Importante alertar que o product owner, representando o cliente, irá definir os critérios para a construção da cidade. Cada equipe tem 4 jornadas de 5 minutos, intercaladas com replanejamento. O primeiro passo é o pré-game, quando cada equipe definirá seu planejamento do que pretendem fazer a cada jornada, contando com os recursos que tem, pensando no cliente.

Uma vez definido o planejamento no pré-game, antes da primeira iteração é para o cliente esclarecer com o facilitador os critérios para sua proposta de construção para a primeira iteração. Enquanto isto a equipe se organiza e se prepara para iniciar os trabalhos, fazendo testes e analisando a folha que servirá de base para a cidade pronta para receber as construções.

A cada início de iteração o product owner discute com a equipe os requisitos (histórias) e critérios de aceite. Depois a equipe parte para a construção, enquanto isso o product owner mostra ao facilitador o que vai ser feito na próxima iteração. Ao final de cada iteração, cada equipe apresenta o que construiu e reorganizam-se para a próxima iteração de cinco minutos.

PRINCÍPIOS: Na retrospectiva discutir pontos como sistemas puxados ou empurrados, estimativa, valor, qualidade, sustentabilidade, liderança natural ou imposta, trabalho em equipe ou descontrole, multi-disciplinaridade, vale muito a pena cada insights e percepção dos participantes.

DICA: Eu não sou muito chato com os tempos, mas é importante e inevitável que errem no planejamento e replanejem-se para a próxima iteração. Errar faz parte e deve gerar aprendizado, controle os tempos e a qualidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s