A responsabilidade é nossa, não culpe o cliente

Após décadas onde profissionais de TI projetavam nos clientes a culpa pelos problemas de elicitação, mudanças de escopo, retrabalho, pressão e tudo o que nos estressava em um projeto de desenvolvimento tradicional, o prisma mudou.

Com metodologias ágeis, privilegiando a colaboração e interação entre equipe e negócio, MVP, planejamento de alto nível, ciclos curtos de feedback e dezenas de técnicas e boas práticas, não tem mais jeito, a responsabilidade é nossa!

Salvo clientes psicopatas, é nossa a obrigação na busca pela técnica, argumentos e métricas certas para cada cliente, cada projeto, há dezenas ou centenas de boas práticas, no meu livro ToolBox listo pelo menos 70 delas.

scottambler

Se perceber indícios de resistência, engessamento do processo, stress, conflitos e impactos desnecessário, revise seus métodos, pois muito provável que esteja utilizando a técnica errada, quer materializada em um método, dinâmicas, boas práticas, sempre suportados por um estilo e técnicas de comunicação.

Insistir em encontrar justificativas nos leva a lembrar de Einstein ou Veríssimo, o primeiro afirmava que ao repetir a mesma fórmula, é insanidade esperar resultado diferente das tentativas anteriores, enquanto o segundo dizia que frente aos ventos da mudança, alguns levantam muros e outros constroem moinhos de vento.

O que você faz? Levanta muros, cava trincheiras, culpa o cliente, talvez o chefe, a empresa, ou arregaça a manga e se coloca em cheque, muda, vai em busca de alternativas, novas formas de fazer?

O cliente NÃO é especialista em elicitação, modelagem, planejamento eexecução de projetos de software, você é que é. Um projeto de software inicia desde a ideação até a sua manutenção, quem estudou e estuda para saber as diferentes técnicas e abordagens possíveis somos nós e não o cliente.

Não existe Faculdade ou Especialização para clientes saberem detalhar requisitos para analistas de TI, mas sim existe Faculdade, Especializações, MBA, Mestrado e Doutorado em análise de negócios, análise de sistemas, modelagem, engenharia de software, desenvolvimento e qualidade … logo, a responsabilidade é nossa!

Se você é do time dos que acham que seu cliente não sabe o que quer, muda de ideia, esquece o que pediu para fazer ou pediu para mudar, não entendeu o que você explicou sobre o protótipo, a documentação, … então vou desenhar  😦

universidades

É claro que podem haver clientes psicopatas, mas afora estes, há clientes que estudaram para ser médicos, engenheiros, administradores, dentistas, arquitetos, designers, etc, muitos deles sequer estudaram para fazer o que fazem, aprenderam fazendo, na labuta.

É injusto culpar a eles por não entenderem a complexidade que é um projeto de software, não são eles que precisam entender isso, nós é que temos que entender suas limitações em relação a isto, óbvias e justificáveis. É nossa responsabilidade conhecer as dezenas de técnicas, canvas, abordagens, métodos, frameworks, não só técnicos, mas para mapear processos de trabalho, de negócio ou organizacional.

Nas últimas décadas, quanto mais gente entendia esta realidade, surgiram técnicas oriundas de métodos ágeis como SCRUM, Kanban, também do Design Thinking, Lean StartUp, sustentados por novas percepções sobre comunicação, ensino e aprendizagem, especialmente sobre trabalho em time, TI e seus clientes sob novos paradigmas de planejamento, execução e entregas ágeis.

Uma pequena parte destas técnicas eu compartilhei na página e livro ToolBox 360° – https://jorgekotickaudy.wordpress.com/toolbox-360/ – mas não se fie, nela estão apenas aquelas técnicas que uso com frequência, algumas nem tanto. A cada dia compartilho novas percepções e técnicas que me foram úteis e podem também ser para vocês. Mas a premissa de tudo isso é que a responsabilidade é nossa, ela é intransferível, é inalienável, e quanto antes cair a ficha, melhor!

encarte-III

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s