Spoiler da minha palestra para o Agile Trends

O maior risco na adoção ágil, é sucumbir ao Extreme Go Horse (XGH), originada na falta de entendimento, o desconhecimento da “Dude’s Law” de David Hussman e dos riscos do “Agile Cargo Cult”. Mudança é um processo sócio-técnico que nos exige esforço e desapego do velho e muita dedicação ao novo, nestas condições é mais fácil usar de dissonância cognitiva ou uma venda enquanto deixamos rolar.

Tanto quanto um bom Project Model Canvas para um produtivo Kickoff do projeto, antes e durante o planejamento é preciso estar atento ao que chamo de balizas, que conduzirão nossa linha de raciocínio e tomadas de decisão. Chute é XGH, estimativas ágeis são fruto de experiências calibradas, colaboração baseada em transparência e realismo com foco e engajamento para fazer certo.

É o que eu diferencio entre o ERRO certo ou ERRO errado, errar tentando ser ágil, ceryto de seus limites e tentando acertar, conscientemente, ousando, é uma coisa diferente de errar por XGH, fruto de relaxamento, displicência ou leviandade. Antes de estimar é preciso materializar sob que bases estaremos todos em comum acordo, informações até aqui fragmentadas e distribuídas em cabeças e gavetas.

SCRUM SETUP CANVAS

Não trás nada de novo, nada que equipes experientes já não tenham estabelecido, mas que equipes novas tendem a gerar diferenças ocultas de expectativas, casuais ou propositais. Já vi casos em que um gestor esforçava-se em omitir de seu chefe certos acordos feitos pelo time com ele para determinado projeto. Estes acordos devem estar na parede, bases dos 3 pilares – transparência | inspeção | adaptação.

No exemplo abaixo aconteceu algo bem comum, o exercício com o Scrum SetUp Canvas provocou várias definições antes ocultas sobre exigências e critérios mínimos e máximos exigidos, formatos e padrões, tecnologias e ferramentas. No caso em questão, o exercício do SSC por si só já exigiu uma série de histórias técnicas adicionais, como provas de conceitos ou aumento na reserva técnica.

Projetos dão mais errado por informações varridas casual ou propositalmente para baixo do tapete do que por surpresas realmente imprevisíveis, o ser humano do século XXI ainda prefere ficar no seu quadrado hoje e procastinar para amanhã as argumentações e negociações. Ao invés de enfrentar de frente hoje, usamos da síndrome do estudante para empurrar sempre para o dia seguinte aquilo que não queremos fazer … até a última hora ou ser tarde demais.

A palestra terá uma abordagem bem provocativa, como todas as outras, costumo defender que quando palestro ou treino não tenho tempo para mandar dizer ou ser sutil, tenho muito pouco tempo para passar o recado, até prova em contrário é o motivo que me levou a estar ali … meu papel usar 18 min para botar a boca no trombone e esperar que os 18 min seguintes sejam de muitas perguntas e debates 🙂

A tempo, a palestra é no segundo dia, mas no final do primeiro dia vai rolar uma sessão de DESAFIO TOOLBOX 360º, espero todos lá para experimentar, é um jogo que mescla ensino e aprendizagem de todos para todos. Exige de cada participante muita atenção e colaboração em cada rodada  \o/

Anúncios

2 Respostas para “Spoiler da minha palestra para o Agile Trends

  1. Oi Jorge, que bom, vou te conhecer, sou fã do seu compartilhar rs.rs..rs.. Moro em Brasília e vou palestrar na trilha de gestão de pessoas e cultura! Vais levar algum dos livros para vender? Sucesso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s