Daily e pós-daily só dá certo se souber porque dá certo

A técnica ágil mais praticada no mundo, conforme as pesquisas da Version One, é a Daily ou Stand Up Meeting. Parece ser algo trivial, mas é preciso algum esforço e dedicação para entender na prática o que é, para que serve, experimentação para fazer dar certo, diferenciar a Daily da Pós-Daily, achar o ponto de equilíbrio.

Trata-se de uma rápida reunião com menos de 15 minutos, preferencialmente no início da manhã, antes de entrarmos em fluxo. Uma reunião tática, que gera uma boa energia para o dia todo, lembrando a todos que estão todos unidos para o sucesso da sprint, iteração usualmente com duas semanas de trabalho.

Entender a Daily como um Status Report é sinal de que ainda temos mindset de comando-controle. Daily é dizer e ouvir o suficiente para concordarmos que estamos fazendo o melhor possível para a meta da sprint. É preciso ver a Daily como um pacto diário, focado naquilo que de melhor podemos fazer:

  • O que fiz desde a última e se isso contribuiu para a nossa meta;
  • O que pretendo fazer até a próxima para contribuir para a meta;
  • Se preciso de ajuda, tenho ou vejo impedimentos para a meta;
  • Se eu vejo uma oportunidade ou posso ajudar a irmos além.

Se algo não está de acordo ou há que se debater sobre algum risco, fato ou oportunidade … então encerre a Daily, libere quem não precisa ficar para esta conversa e inicie o que chamo de Pós-Daily!

Daily x Pós-Daily

Se a Daily é uma alinhamento de abstrações pessoais de atividades, risco e oportunidades, justifica-se então a presença obrigatória de toda a equipe de desenvolvimento … porque a meta, valor, produtividade, energia e Lean thinking de todos a cada dia é responsabilidade de todos.

Sempre que necessário for é possível fazer uma Pós-Daily, com a presença apenas de quem possa ou precise colaborar. Se na Daily a presença é obrigatória, no pós-Daily fica somente quem necessário, em comum acordo. Em uma equipe auto-organizada, a Daily e a pós-Daily são nosso choque diário de realidade.

São dois momentos que dizem respeito a relembrar que a meta é de todos, que estamos juntos nessa, que mais que contar com o apoio uns dos outros, é fundamental que estejamos de acordo que estamos todos gerando sinergia suficiente para que a auto-organização aconteça.

Não importa se presencial ou remoto, o fato é que uma conversa no inicio do dia reativa o foco, relembra que estamos todos juntos nessa, chama a atenção para o fluxo expresso no quadro e a tendência visualizadas nas métricas.

Querer que suas Daily Stand Up Meetings deem certo sem ter entendido porque e para que elas servem é análogo a querer uma vitamina no copo pela manhã só porque comprou um liquidificador … mas tem que comprar os ingredientes certos e preparar, senão é só peça de decoração.

2 comentários sobre “Daily e pós-daily só dá certo se souber porque dá certo

  1. É fácil entender por que é a técnica mais adotada. Interessante seria levantar quantas diárias são realizadas em equipes que nem meta de sprint possuem.. Se perde o valor quando usamos da prática para transparência e inspeção apenas como ferramenta de controle, e vejo muito isso nas empresas que estão tentando adotar Scrum como metodologia. A falta do incentivo da cia bem como de alguém que de fato pratique o papel de Scrum Master prejudicam uma boa Daily.

    • Concordo, vem melhorando, mas demora, Shore fala em 4 a 5 anos para a mudança cultural. Mas sou um otimista incorrigível e acho que se focarmos menos nas técnicas e mais no porque … Ajudamos a reduzir esta curva, com dedicação, crença e perseverança. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s